Eu quero estar aí!

Bariloche é uma cidade localizada em meio a bosques milenares, montanhas cobertas de neve e lagos cristalinos na província do Rio Negro, na Argentina. É um cartão postal da nossa Patagônia. Uma cidade anfitriã por excelência e repleta das belezas naturais mais importantes do país.

Sobre Bariloche
Sobre Bariloche

Sobre Bariloche

A cidade está localizada no parque nacional Nahuel Huapi, junto à Cordilheira dos Andes. Em 2012 foi declarada capital nacional do turismo de aventura e, em 2015, capital nacional do chocolate.

Venha se divertir em Bariloche nas quatro estações do ano. Você vai se deparar com uma natureza que brinda cada visitante com paisagens maravilhosas, de picos nevados a árvores avermelhadas, vales cobertos de flores e águas cristalinas.

Bariloche oferece muitas opções de atividades: excursões tradicionais, passeios nos lagos, neve para todos os gostos, a melhor gastronomia, turismo jovem, roteiros românticos, atividades em família, aventura, tranquilidade e uma agenda cultural diversa. A cidade oferece tantas opções que você vai querer voltar outras vezes.

Descubra tudo o que acontece em Bariloche nas nossas comunidades no Twitter, Facebook, Instagram e YouTube.

Bariloche Eu Quero Estar Aí porque Bariloche tem de tudo, o ano todo!

Sobre Bariloche

Você está onde queria. Você está em Bariloche.

Você chegou à Patagônia, ao parque nacional Nahuel Huapi e está a 1.680 km de distância de Buenos Aires. Bariloche é um dos lugares mais intensos e incríveis da Argentina. Você vai descobrir lugares impressionantes, lagos, arroios, rios de degelo e montanhas. Vai aproveitar o ar puro e paisagens que assumem a cor de cada estação do ano. O sol do verão que traz o verde de novo, os tons de ocre do outono, a explosão de cores na primavera e o manto branco brilhante que cobre a cidade no inverno.

Bariloche enche você de energia e paz. Viva uma aventura de sensações. Sinta o puxão da vara ao pescar uma truta, observe os cauquenes, as bandurrias e os carpinteiros que se aninham nos campos de golfe, escute o som dos esquis deslizando sobre uma pista e se delicie vendo as faíscas que caem das chaminés quando encontram a neve.

Sobre Bariloche
Sobre Bariloche

Chega a noite... Bariloche é famosa pelas baladas e pelo circuito turístico noturno, onde o espanhol se mescla com vários outros idiomas. Percorra a grande variedade de pubs temáticos e bares e se divirta com bebidas deliciosas e boa música.

A gastronomia, com serviços da mais alta qualidade, combina a cultura europeia com sabores novos: carnes de caça, peixes, defumados, queijos e frutos do bosque são a matéria-prima para os pratos mais saborosos da região. Uma viagem de sabores que ficará guardada para sempre na memória: carpaccio de truta, strudel de cordeiro e o tradicional curanto de Colonia Suiza. De sobremesa, o chocolate é o campeão, no fondue, como bebida ou em rama.

Com hospedagem de qualidade, a oferta de hotéis de nível internacional, hospedarias, chalés, hostels, campings e albergues de montanha é o resultado de mais de oito décadas de turismo com louvor.

Quando você vier, vai levar Bariloche com você. Na foto que desta vez você vai querer imprimir e naquela que vai colocar como fundo de tela para lembrar de tudo que vivenciou, dos aromas, sabores, desafios, aventuras e da paz interior que vai encontrar sempre que quiser. Descubra Bariloche. Quem não gostaria de estar aqui?

Sobre Bariloche

História de Bariloche

Entre 1876 e 1902, Dr. Francisco P. Moreno, perito argentino em topografia, percorre exaustivamente a região. Nas suas descrições ele destaca que Bariloche "... reúne o conjunto mais interessante de belezas naturais que já observei na Patagônia...". O especialista se associou a comunidades indígenas, interveio nas disputas pelas demarcações e, como agradecimento, ganhou terras, pelo que fez pelo povo, por suas explorações na Patagônia e pelos serviços prestados ao país. Em um gesto histórico, doou essas terras em 1903 para a criação do primeiro parque nacional da Argentina "para ser conservado como parque natural (...) e mais bem aproveitado pelas gerações atuais e futuras, seguindo o exemplo dos Estados Unidos e de outros países que contam com parques naturais majestosos". Além disso, ele promoveria a atividade turística, que em 1934 ganhou forte impulso com a chegada de uma ferrovia.

Em 1919, Moreno morre na pobreza aos 67 anos. Seus restos mortais descansam na ilha Centinela, no lago Nahuel Huapi, a poucos metros da costa de Bariloche.

Para saber mais, visite o "Museu da Patagônia"

Este é o primeiro registro em vídeo que destaca Bariloche como destino turístico. O arquivo histórico do país guarda esse vídeo filmado no final da década de 1960. Ele era exibido nos cinemas antes de cada sessão para difundir em todo o país os pontos fortes da cidade, no verão e no inverno. Destaca-se a narração do inesquecível Oscar Carreras pela qualidade e precisão no uso da linguagem para descrever as belezas da região. Venha conhecer o primeiro vídeo promocional de San Carlos de Bariloche. Uma peça única.